Início » Instruções para a realização do curso online

Instruções para a realização do curso online

INSTRUÇÕES BÁSICAS DO CURSO ONLINE

1- Pelo menos uma semana antes de iniciar as aulas AO VIVO por Skype, faça o download do SKYPE em seu computador, notebook, tablet e ou celular, dando preferência ao dispositivo que tiver a maior tela, para melhor visibilidade e experiência.
Baixar aqui: https://www.skype.com/pt-br/get-skype/

2- Crie uma conta no Skype e abra a plataforma para se tornar mais familiarizado com dela (verifique o funcionamento do microfone, câmera e opções de visualização da tela, etc).

3- Esteja com um um bom plano de internet e prepare seu espaço. É importante ter uma conexão de internet de qualidade e também reservar um espaço fechado em sua casa, em que você possa assistir as aulas sozinha e com tranquilidade e atenção, sem dispersão e sem com privacidade pois é um curso iniciático, de conhecimentos profundos. Preferencialmente use fones de ouvido.

4- Vista roupas leves, se estiver frio, deixe blusa. Também deixe garrafinha de água. É importante que os estudos sejam realizados maneira confortável, atenta e concentrada.

5- No dia da aula, ou no mínimo meia hora antes, relaxe, tente entrar na energia do processo, com receptividade para os conhecimentos sutis. Procure já abrir o skype – de preferencia no computador pois a tela é maior para as apresentações e para ver o grupo – e já entre no grupo da sua turma no skype.

6 – Evite sair fora dos intervalos. Evite, o máximo que puder, usar celulares e afins. Deixe o audio desligado e ligue somente quando vc precisar fazer uma pergunta, mas deixe sua camera ligada.

 

– Lembre-se!!!! que a gravação das aulas /encontros ao vivo ou vídeo ou cópia de audios e textos sem autorização também viola o art. 46, IV, da Lei nº 9.610/98, que trata dos direitos autorais. Tantos as aulas, quanto o material de apoio produzido pelas instrutoras /curso, disponibilizadas não podem ser divulgados ou reproduzidos sem prévia autorização. A estudante ou qualquer pessoa que ignorar essa regra estará sujeito à indenização que pode ser exigida em ação judicial própria.